31 março 2009

Os 6 R´s - Artigo do jornal Ágora sobre o 6º R (RECICLAR) - Rubrica SOS Terra

Para ler o artigo basta clickar em cima da imagem.
Este é o artigo de MAR 09, escrito por mim e publicado no Jornal Ágora do Centro Comunitário de Carcavelos. Sou colaboradora voluntária nesta instituição.


Quem estiver interessado em ler os artigos anteriores, desta rubrica, procure na coluna direita do blog a etiqueta Ecologia. Ao clickar, aparecerão, no texto central, todos os artigos pertencentes a este tema.

30 março 2009

À DESCOBERTA DA LINHAÇA - parte 3

DUPLA DINÂMICA - SOJA E LINHAÇA


Combinar os alimentos é sabedoria.

Sozinhos têm umas propriedades, acompanhados são ainda mais benéficos. Todos conhecem a dupla dinâmica, arroz com feijão, excelente para combater a sensação de fome devido ao efeito contrário do índice glicémico. O arroz possui um alto índice glicémico que o feijão consegue diminuir graças às suas fibras e proteínas (explicação aqui ).

No caso da soja e linhaça, juntas, reforçam ainda mais o sistema imunitário. E são excelentes repositores hormonais combatendo os efeitos da menopausa/andropausa e protegendo contra o cancro da mama e do sistema reprodutor femenino/masculino. A soja com as isoflavonas e a linhaça com os lignanos (são fitoestrogénos, ou seja estrogénios vegetais). Mais informação neste pdf do projecto PhytoPrevent .

No meio de toda esta busca deparei-me com uma novidade. Uma farinha mix a ser comercializada brevemente, de 50% soja + 50% linhaça. Uma vez que tenho hábito de fazer algumas farinhas integrais através dos grãos na Bimby, a farinha mix surgiu naturalmente cá em casa, pesando e triturando na bimby, feijão de soja biológico com sementes de linhaça biológica.

Juntei 150 grs de grão soja seca (devidamente limpa) com 150 grs de linhaça. Triturei até obter farinha na progressão 5-7-9 com uns toques de turbo no final.

INGREDIENTES DA JARDINEIRA SOJA:

100 grs nacos de soja;
1 limão inteiro;
Sumo de 1 limão;
Tamari;
1 cebola;
Vinho branco;
Ervilhas frescas;
Linguiça vegetariana;
2 cenouras médias;
2 batatas médias;
Água q.b.;
1 colher (sopa) pasta tomate;
3 colheres (sopa) de Linhaça.

INGREDIENTES PÃO DE FARINHA MIX:

1 copo (medida MFP) leite soja;
3/4 copo (medida MFP) água;
2 colheres (chá) mel;
1 colher (chá) sal integral;
1 colher (sopa) óleo soja;
3 copos (medida MFP) farinha branca;
1 copo (medida MFP) farinha mix (soja+linhaça);
2 colheres (sopa) canela em pó;
Raspa de 1 laranja biológica;
Pássas para juntar qse no fim de amassar;
1 pacote fermento seco FERMIPAN.


CONFECÇÃO DA JARDINEIRA:

Demolhar a soja em água com 1 limão cortado aos pedaços (com casca), sumo de outro limão e tamari (cerca de 30 minutos).

Enquanto isto, faça um refogado com o azeite, cebola e vinho branco. Junte a linguiça vegetariana cortada aos pedaços. A seguir, vá juntando os vegetais mais rijos, batata aos quadrados, cenouras às rodelas e por último as ervilhas frescas. Cubra com água a ferver para evitar choque térmico de água fria com refogado quente, e adicione a pasta de tomate.

Entretanto, como não simpatizo com os nacos grandes, espremi e cortei-os ao meio. Juntei aos vegetais quando estes já estavam meio cozidos em conjunto com a linhaça.

A linhaça nos estufados comportou-se como na sopa. Deu mais corpo ao caldo, conferindo um suave gelatinoso. Tape, deixe arrefecer um pouco antes de servir, pois deste modo o molho ainda ficará melhor.

CONFECÇÃO DO PÃO DE FARINHA MIX:

Amornar o leite e a água. Deitar na cuba os ingredientes pela ordem enumerada. Seleccionar programa RÁPIDO (1h e 20), pão grande.

Observar a massa, se precisar de mais liquido ou mais farinha adicionar sem exagerar.

Fica um pão muito saboroso e saudável, porém é bastante proteíco.

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

A linhaça moída traz mais benefícios do que a semente inteira, que possui uma casca dura e dificil de digerir.

Atenção que a linhaça moída, oxida com facilidade. Tente consumir a restante farinha mix o mais rápido possivel e guarde-a dentro dum frasco de vidro hermético no frigorifico.

27 março 2009

ARROZ DOCE SOLAR

O arroz doce que vos apresento não leva ovos. É bastante light e pode ser comido a toda a hora. A minha filha adora comê-lo ao pequeno almoço e aos lanches. Não me importo nada que ela o faça pois prefiro dar-lhe arroz doce do que lhe dar os cereais que ela tanto aprecia mas que estão carregados de açúcar, chocolate e etc...

INGREDIENTES:
  • 1 chávena Arroz semi-integral biológico;
  • 2 chávenas de água;
  • 1 litro de Leite Soja com sabor a baunilha;
  • 1 chávena mal cheia de açúcar integral de cana (utilizei 3/4 cháv);
  • Cascas de 1 limão;
  • 1 Pau de Canela;
  • Sementes de Cardamomo (interior de 4 bagas);
  • 2 colheres "sopa" margarina soja (rasas);
  • pitada de sal (pouco).

CONFECÇÃO:

Lavar o arroz e colocá-lo no forno solar com a água durante 2 horas de sol forte. No meu caso aconteceu assim, sai para almoçar com uma amiga à 1.30, deixei o arroz ao sol, quando voltei às 3.30, estáva cozido. A água secou.

Com um garfo separar os grãos do arroz. Entretanto, colocar o leite ao lume no fogão com o limão, a canela e o açúcar (podia ter aquecido o leite no forno solar, ao mesmo tempo que cozia o arroz, mas não o fiz).

Quando ferver juntar o arroz. Mexer, desfazer grumos grandes. Juntar as sementes de cardamomo. Deixar absorver o leite, juntar a manteiga quando sentir que o caldo já está grosso.

Por hábito costumo colocar arroz doce num prato grande para se comer logo que fique morno. O restante, como em principio será para o dia seguinte gosto de guardá-lo num refractário alto para conseguir que o arroz não fique seco quando esfriar.

Foi a 1ªvez que fiz o arroz doce no forno solar. De hoje em diante farei sempre lá, enquanto houver sol. A parte de fogão foi rapidíssima. Demorei cerca de 12 minutos no máximo. A parte de cozer o arroz, foi automática apesar de demorada. Não necessitou de mim para nada.

O arroz semi-integral no fogão demora algum tempo a cozer (talvez 30 ou mais minutos). Foram 30 minutos de gás que se poupou.

26 março 2009

DESAFIO - Mostrar a parede do quarto :-)

Este desafio não me foi lançado por ninguém, ou melhor, foi... indirectamente.

A Isabel do blog A Escola é Bela avisou-me que já tinha publicado a sua 6ªfoto, do 6ºficheiro, do seu computador. Fui ver... Mas entretanto fiquei a ler o seu último artigo, Feliz Ano Novo!, porque parecia-me tão desenquadrado nesta altura do ano que quis saber o que ela tinha para partilhar connosco. Saber nunca ocupa lugar! Surpreendeu-me (como é costume).

Foi então que me deliciei com umas fotos da árvore colectiva que têm pintada no canto dum dos quartos. Achei o máximo pois há muito tempo que ando com vontade de aumentar os desenhos no quarto da Carolina.

Dai que, ao desafiar a Isabel para a 6ªfoto, vim do blog dela, desafiada para publicar o que temos nós, na parede do quarto da Carolina. UM SOL GIGANTE !!

Este sol tem mais de 6 anos, brilha em todas as estações do ano e até chama borboletas para brincar com os seus raios. Claro que cada vez que chove, a mistura dos raios de sol com a chuva resultam num arco-iris vertical que a Carolina tem no canto da janela!

Há pois é, nós somos tão diferentes cá por casa que em vez de vermos o arco-iris com curvas horizontais, vemos o arco-iris às risquinhas verticais (Eu adorei este desenho que a Carolina fez na escola, há 2 anos, e colei-o no canto da janela).

O Sol foi um projecto a 2. Pintámos juntas numa altura em que a casa estáva muito vazia, quase sem móveis e precisava de alegria e cor :-))

O desafio não é para passar a ninguém, no entanto, quem se sentir desafiada/o fica à vontade para mostrar a parede do quarto!

25 março 2009

SCIENTIFIC EXPERIENCE REPORT EPISODE 4:

OBJECTIVE: Wheat Grass and WG Juice

(Relva de Trigo e Sumo de Clorofila)


ARTIGO RELACIONADO:

Sumo de Frutas e Vegetais com Clorofila

Desde os anos 60 que a relva de trigo é considerada um SUPER ALIMENTO. Também chamada de:

  • grama ou capim de trigo (Brasileiro),
  • wheatgrass (Inglês);
  • e herbe de blé (Francês).

Os beneficios do sumo (suco/juice/jus) de clorofila ou do pó de clorofila são imensos. Deixo um link para os mais curiosos se instruirem (aqui).

O meu objectivo foi atingido. Consegui germinar trigo até relva, tendo a preocupação de nos últimos dias de germinação colocá-lo várias vezes na claridade (sol indirecto) por forma a obter mais clorofila (capacidade que as plantas têm de transformar a luz do sol em alimento).

Para iniciar, o trigo esteve de molho durante 1 noite (8 horas). De seguida foi escolhido e colocado no Easygreen. Demorou bastantes dias a ficar com uma relva desta altura (talvez mais de 12 dias - perdi a conta).

Hoje de manhã, foi cortar a relva com a faca electrica (quase parecia um lenhador com motoserra) e preparei um sumo de laranja, maçã e relva de trigo. Tomei em jejum. Convém não deixar oxidar a fruta antes de centrifugar. Assim como é importante não deixar oxidar o sumo após centrifugação. Portanto, nada de guardar sumo no frigorifico!!

Gostei imenso do sabor. Vou repetir mais vezes este elixir da juventude. Para já não há efeitos secundários :-)) Nem sequer me transformei no HULK nem nada :-)) Tá-se bem!!

A última foto é o tapete de relva cortada que ficou. É interessante verificar as raizes de trigo limpinhas. Vou contactar os clubes de futebol para ver se precisam de relvado nos estádios (ah ah ah). Nunca se sabe se não faço negócio (relvado biologico)!

22 março 2009

À DESCOBERTA DA LINHAÇA - parte 2


ARTIGO RELACIONADO:

À Descoberta da Linhaça - parte 1

A caça aos beneficios do tesouro alimentar continua! A linhaça castanha ou dourada, não pára de me surpreender. Comecei por ficar fascinada com a consistência que a semente dá aos cozinhados e desde que passei a consumi-la com regularidade, constato que as suas propriedades são verdadeiras:

Laxante suave;
Diurética;
Vermifuga.

Bom, a acção
vermifuga não tenho como provar mas está inerente ao facto dela ser laxante e diurética. Faço minhas as palavras dum livro que estou para comprar há muito tempo (A saúde pássa pelo intestino ):

Os intestinos são indiscutivelmente a chave da nossa saúde. Têm um papel de defesa contra a doença e são dotados de um verdadeiro laboratório capaz de transformar e absorver os nutrientes bem como de expulsar as toxinas. A alimentação moderna é uma catástrofe para o intestino provocando desordens patológicas de difícil solução. A autointoxicação é também o resultado de uma higiene de vida errada arrastando numerosas desordens perturbações e doenças que vão repercutir-se no conjunto de todo o organismo.

Voltando à linhaça tenho verificado que aumentei o número de vezes que vou à casa de banho, para um ou outro fim (fezes e urina). Segundo muitas opiniões médicas, o ideal é defecar 3 vezes por dia. Tantas quantas as refeições principais. Mas a maior parte das pessoas, evacua, apenas 1 vez por dia, e esses são os felizardos. Infelizes daqueles que sofrem de prisão de ventre.

Desta vez as minhas experiências resumiram-se a iogurte de soja com linhaça e consequente pão de iogurte de linhaça. Resultado excelente. Iogurte consistente q.b. mas bastante cremoso. Pão fofíssimo que cresceu imenso apesar de ter levado pouca farinha.

INGREDIENTES IOGURTE:

Leite de soja natural;

3 colheres (chá) de linhaça;

3 colheres (sopa) iogurte de soja caseiro (c/ágar ágar);

1 colher (sopa) frutose.

INGREDIENTES PÃO DE IOGURTE:

  • 1 copo (medida MFP) leite soja natural;
  • 5 colheres (sopa) iogurte soja (c/linhaça);
  • 2 colheres (sopa) açúcar integral;
  • 1 colher (café) sal integral;
  • Sumo de meio limão;
  • 1 colher (sopa) óleo amendoim;
  • 3 copos (medida MFP) de farinha T65;
  • 1 pacote de fermento Fermipan.

CONFECÇÃO IOGURTE:

Todas as receitas de iogurte de soja que tenho dado aqui, incluem fermento seco de iogurte, no entanto, o iogurte caseiro também pode ser feito com parte do iogurte feito anteriormente (até 3 dias de antiguidade). Isto porque no iogurte temos as culturas vivas que conseguem fermentar o leite. No fermento seco temos as culturas adormecidas.

Aquecer bem o leite com as sementes de linhaça lá dentro. Deixar arrefecer até 40º. Juntar a frutose e o iogurte, mexer. Levar à iogurteira por 9 horas. Arrefecer e consumir após 6 horas de frigorifico.

CONFECÇÃO PÃO DE IOGURTE:

Na cuba da MFP colocar o leite morno, o iogurte à temperatura ambiente, o açúcar, o sal, o óleo e o sumo de limão.

De seguida, junte os sólidos: farinha e fermento. Programa fastbread (pão rápido): 1h20m.

Enquanto amassa, observar para ter a certeza q não é necessário um pouco mais de farinha para ajudar a bola a descolar da forma. Não exagere na adição de farinha suplementar.

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Não foi a 1ª vez que fiz o pão de iogurte. Porém, foi a primeira vez que fiz de iogurte c/ linhaça e a diferença é notória. Fica muito melhor, mais fôfo.

Não se vê a linhaça no pão porque a linhaça ficou depositada no fundo do copo da iogurteira (uma vez q é um copo de litro). De certeza que as pessoas q têm iogurteira com copinhos individuais vão encontrar a linhaça no pão (que é muito agradável). Eu comi no iogurte, quando cheguei ao fim do copo de litro. A linhaça no iogurte é óptima.

21 março 2009

CORAÇÕES DE MOUSSE SOLARES

Hoje era para chover. Era!!!! Mas não choveu. Esteve um sol de rachar com uma brisa fresca de mar. Quando o sol está assim sou incapaz de desperdiça-lo. É mais forte do que eu!

Armei o forno solar e deixei-o a aquecer, enquanto juntava os ingredientes e preparava os tabuleiros (3) com corações de chocolate.

INGREDIENTES:
  • 1 ovo;
  • 125 gr manteiga de soja;
  • 125 gr açúcar amarelo;
  • Raspa de 1 laranja biológica;
  • Pitada de sal fino;
  • 220 grs farinha de trigo;
  • 100 grs chocolate em pó;
  • 1 colher de chá de fermento Royal;
  • Côco ralado q.b.

CONFECÇÃO:

No copo da Bimby coloque o ovo, a manteiga aos pedaços, o açúcar e o sal. Programe 30 segundos, velocidade 2 e 1/2.

De seguida junte a farinha, o fermento e o chocolate em pó. Programe 15 segundos, velocidade 6.

Povilhe a massa com farinha e forme 2 ou 3 rolos de massa para entrarem no dispara biscoitos.

Dispare todos os corações que conseguir e leve a assar :-)).

No meu caso assei no forno solar durante 2 a 3 horas de sol forte. Coloquei 3 tabuleiros sobrepostos dentro do forno e funcionou na perfeição.

Por fim é só retirar do forno, deixar arrefecer completamente para deslocar do tabuleiro com uma espátula. Na próxima vez vou experimentar colocar folha de papel vegetal para descolar melhor.

Já depois de frios, passei as bases dos corações por côco ralado, coloquei num recipiente, forrei com pelicula aderente e guardei no frigorifico. Ficam excelentes geladinhos. Corações quentes de esquimó :-))

20 março 2009

ISTO ASSUSTA-ME TANTO!!!


É nestas alturas de Declarações de IRS que penso mais naquela frase célebre: "Nós somos o que comemos"!

Conforme sabem, sou contabilista, e apesar de fazer poucas declarações de IRS (uma vez que a minha especialidade é mais no campo de IRC - empresas), ainda vou fazendo alguns IRS de familiares. Como é caso das fotografias que publico no artigo. Claro que tive o cuidado de retirar nome ou outro dado identificativo. Mas as fotos que ilustram o texto são de facto assustadoras!

Peço a Deus e a todos os santinhos que jamais tenha de deixar um dia , 200 ou 100 euros numa farmacia. Bendita alimentação que faço e estilo de vida que levo que me permite gastar por ano apenas 5 a 20 euros em medicamentos. Que não são mais do que soro fisiologico e paracetamol (que gosto de ter sempre em casa apesar de no máximo tomar 1 ou 2 comprimidos por ano).

Quase todos os anos faço análises ao sangue e à urina e verifico que está tudo dentro dos limites. Há mais de 4 anos que nem uma gripe apanho (felizmente).

O que defendo é que quando está algo de errado com o nosso corpo, devemos compreender a dor que ele nos transmite e corrigir através da alimentação o que estamos a fazer mal e a prejudicar o bom funcionamento do organismo.

Colesterol elevado, diabetes, anemia, ácido úrico e por aí fora, têm origem naquilo que ingerimos, ou que deixamos de ingerir. Na alimentação deficiente que praticamos, no stress em que vivemos, na poluição que respiramos...

O IRS que estou a fazer neste momento é dos meus tios/avós e tenho muita pena que as suas reformas sejam gastas desta maneira na farmácia, mas por mais que uma pessoa diga, não coma isso que lhe faz mal, ou não pense nisso para não se enervar... o que é facto é que as pessoas não têm auto-dominio e tomar um comprimido é mais fácil do que mudar os hábitos duma vida.

19 março 2009

SCIENTIFIC EXPERIENCE REPORT EPISODE 3:

OBJECTIVE: Bean Sprouts

(Rebentos de soja e 2 aplicações)



Vamos lá chamar os nomes certos aos alimentos! Os rebentos de soja que toda a gente conhece, há venda nos supermercados, são os rebentos de soja verde. Porque a soja de grão amarelo é mais utilizado para fazer leite, tofú, farinha... entre outras utilizações.

Mas há mais! A soja verde na realidade também não existe. O que existe é o feijão mungo, um grão verde mais pequeno do que a soja. É deste feijão que se obtém o rebento de soja.

Resumindo, rebentos de soja, são, rebentos de feijão mungo (moong bean). No entanto, os rebentos de soja de compra são pouco ácidos, enquanto que se tentarmos reproduzir os rebentos em casa, obtemos, rebentos ácidos. Porquê? Porque para o rebento ficar totalmente branco e perder a acidez, tem de germinar em completa escuridão. Caso contrário a luz vai favorecer a clorofila e gerar côr.

Os meus rebentos de soja tinham um amargo médio. Mais acentuado nos ovos mexidos com rebentos do que na salada de grão com rebentos escaldados. Porque eu tapei o germinador Easygreen com uma toalha escura. Mas não totalmente.

O feijão mungo esteve a demolhar durante 5 horas em água purificada. Depois foi depositado no tabuleiro do easygreen e demorou cerca de 7 dias a germinar.

OVOS MEXIDOS COM REBENTOS DE SOJA:

Saltear os rebentos numa frigideira com azeite e sal. Bater 3 ovos, juntar aos rebentos já cozinhados mas ainda parcialmente estaladiços.

Servir com arroz branco, tomate às fatias e salsa picada.

SALADA DE GRÃO COM REBENTOS DE SOJA:

O grão tinha sido cozido no forno solar uns dias antes. Aguardava no frigorifico.

Os rebentos de soja foram escaldados em água e açúcar, para retirar acidez.

No prato colocar o grão, depois os rebentos cozidos, pimento vermelho crú, salsa picada fresca e queijo fresco. Temperar com azeite, vinagre, sal e pimenta.

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Ao cozinhar os rebentos tenho consciência que houve perda de beneficios, mas de qualquer forma mais vale comer rebentos de soja cozinhados do que não comer de todo.

Ao cozinhar matamos a maior parte das enzimas e na água fica grande parte das vitaminas. O ideal seria consumir os rebentos crús ou então cozê-los a vapor.

Vitaminas hidrossolúveis, aqui.

18 março 2009

BOUQUET FOLHADO AO SOL


Cinha!!! Que extraordinárias forminhas :-)) Obrigada amiga.

A simpática Cinha do blog Ritual dos Sabores fez-me o grande favor de comprar umas forminhas de cornucópias iguais às dela, para mim.

Desde que abriu o sol que ando com vontade de fazer folhados no forno solar mas a ocasião estáva aguardando as formas da Cinha.

Ingredientes:
  • 1 embalagem de massa folhada retangular LIDL;
  • Alface;
  • Queijo;
  • Tofú fumado.

Confecção:

Cortar a massa folhada em tiras. Enrolar nas formas de metal.

Antes deste processo, o forno solar esteve ao sol durante 1 hora vazio para aquecer bem. Gostava de ter um medidor de temperatura, mas não tenho. O ideal seria introduzir a massa folhada quando o forno solar atingisse 200º.

Depois, as formas enroladas foram ao forno durante 2 horas. A mim nada me custa este processo pois trabalho em casa. É só colocar o forno ao sol e voltar passado umas horas. Nada de mais.

O único problema do forno solar é não dourar. Pelo que no fim, coloquei as cornucópias na Actifry (5 min) para dares-lhe um "tan".

Quando frias, rechear com folha de alface, queijo e um palito de tofú fumado. Hummm fantástico! Adoro folhados mistos que levem alface. O tofú fumado tem um sabor a... bacon ou presunto.