30 setembro 2008

HOMENAGEM Susan Sarandon no Lx Village Festival 2008










Sai outra boneca do Lisbon Village Festival: SUSAN SARANDON. Desta vez é uma boneca americana de 62 anos bem conhecida dos fãs de Hollywood. Não é o meu caso, pois filmes comerciais americanos não me atraiem...Mas... Susan Sarandon é uma excelente actriz e há que se lhe tirar o chapéu.

Discordo no entanto dos filmes seleccionados para a homenagear (à excepção do "Vale Elah"). Pelo que, aproveito a onda da homenagem mas em vez de ir ao Campo Pequeno, fico-me por casa. Clicko no Mooxuu, faço pesquisa avançada pelo nome de actriz (Susan Sarandon) e tenho à minha escolha uma panóplia de filmes.

Aqui vai a selecção MOOXUU:

IN THE VALEY OF ELAH (2007) - Três grandes nomes neste filme: Tommy Lee Jones, Susan Sarandon e Charlize Theron. Uma temática bem actual: envio de jovens para a guerra e a experiência de combate americana no conflito iraquiano. Sinopse: Um veterano de guerra e a sua mulher vão em busca do filho desaparecido. A busca revela uma confusa teia de homicídios encobertos, mistérios e profundas revelações acerca dos custos humanos que estão implícitos nas guerras.




EMOTIONAL ARITHMETIC (2007) - Um filme Canadiano baseado no Romance de Matt Cohen com o mesmo título, sobre as consequências emocionais para 3 sobreviventes do Holocausto quando são reunidos décadas mais tarde. Assistimos à complexidade das emoções e à dificil aritmética da amargura, inveja, e amor à medida que se confronta o passado com o presente, reconciliando os sentimentos e lutando para continuar em frente.




EARTHLY POSSESSIONS (1999) - "Charlotte é uma dona de casa desiludida, que anda a poupar dinheiro para financiar, a sua fuga de casa, do seu marido pregador e duma vida maçadora, igual a tantas outras. Jake está a roubar um banco para financiar uma nova vida para si próprio e para a sua namorada grávida. Em segundos, as suas vidas cruzam-se, catapultando uma refém assustada e um ladrão ainda mais receoso, numa fuga mais que inesperada. Esta fuga é protagonizada por duas pessoas arrasadas, pertencentes a mundos diferentes, que compartilham medos, fraquezas e uma necessidade de fugir comum, que os leva a partilhar as coisas da vida para entenderem o que é realmente importante."


29 setembro 2008

MOSTRA de Cinema Espanhol nas Salas do Campo Pequeno





Este Lisbon Village Festival faz lembrar as bonecas tradicionais russas em que uma desdobra-se em várias, de diferentes tamanhos. Não é que dentro do Village D-Cinema descobri um ciclo de cinema espanhol ??? Pásso ao destaque destes 3 títulos escolhidos por mim:

A MI MADRE LE GUSTAN LAS MUJERES (2003) produção de duas directoras, Daniela Ferjeman e Inés Paris. Uma comédia que retrata o mundo do preconceito no contexto do amor e da familia. Uma mãe de 3 filhas adultas decide por altura do seu aniversário apresentar a sua nova paixão. As filhas entusiasmadas esperam que lhes seja apresentado um homem e qual não é o espanto quando vêem entrar uma pianista tcheca muito mais nova que a mãe.

Acompanhamos todas as fases desta revelação com muita graça: o choque, a interiorização, a aceitação, a revolta, o conformismo, o entendimento e mais tarde a normalização. Embora tenham sido muitas as convulsões, o que é facto é que todas aquelas mulheres precisavam de serem chocalhadas e ganharem coragem para assumir os seus quereres. No entanto, a homossexualidade não se generalizou. Não se trata de tirar toda a gente do armário! Trata-se sim de mostrar que o nosso conformismo na vida é nada mais, nada menos, do que falta de coragem.



SOLDADOS DE SALAMINA (2003) - Um documentario ficcionado de David Trueba, baseado num livro best-seller, descreve a história duma romancista que abandona a sua careira para investigar algo real que aconteceu nos últimos dias da Guerra Civil Espanhola: o escritor Rafael Sánchez Mazas ia ser fuzilado com outros prisioneiros, quando consegue fugir pelo bosque. Mais tarde um soldado encontra-o, mas ajuda-o a escapar. A escritora recompõe as peças dessa história cheia de contradições e personagens enigmáticos. Na sua procura, sem saber, não tenta encontrar só a verdade, mas também a si mesma.






LA VIDA QUE TE ESPERA (2004) é um ódio de familias que se transforma em amor. Sinopse: Na bela Pas Valley, região do Norte da Espanha, Gildo mata seu vizinho Severo, depois de discutirem sobre uma vaca leiteira. Gildo tem duas filhas Val e Genia. Rai o filho da vítima, chega para o funeral do pai, e sente-se atraído por Val, filha do assassino de seu pai. Val começa a encontrar-se com Rai, instruída por seu pai, para descobrir o quanto ele sabe sobre o crime. Rai, por sua vez, também espera descobrir algo através de Val. Mas, aos poucos, as intenções dos dois transformam-se em amor, um amor que é uma ameaça para todos. (Director - Manuel Gutierrez Aragon)


27 setembro 2008

FESTIVAL Village International D-Cinema (digital)

Arranca na próxima 2ª feira, dia 29 SET 2008, a 3ª edição do Village International D-Cinema, programação aqui. Integrado no Lisbon Village Festival que começou no dia 4 SET onde podemos encontrar Village Art, Village Music e finalmente, Village D-Cinema. O evento conta com exposições, mostras, sessões especiais, homenagens, ante-estreias e uma grande festa ao som de importantes DJs da actualidade.

O Cinema Digital vem revolucionar o mundo do cinema pois permite que maior número de criadores concretize os seus projectos, independentemente do custo de produção, projecção e distribuição. Facilmente com uma boa câmera digital, um computador e alguns softwares de edição de video, consegue-se criar um excelente filme digital. Mas não me vou alargar muito nestas explicações. Convido todos a visitarem a artigo Como funciona o cinema digital e a ficarem esclarecidos à cerca desta nova forma de cinema.

De volta à programação do Village D-Cinema, prossigo com alguns destaques:


EXTRAORDINARY RENDITION - Jim Threapleton (2007)
Competição International Longas Metragens



O método das "rendições extraordinarias" levado a cabo pelos EUA tem sido falado em todo o mundo e até mesmo cá em Portugal surgiram uns zuns zuns acerca destas operações clandestinas de sequestro de suspeitos de terrorismo terem passado por território português, tendo esses voos feito escala no Aeroporto do Porto, Ponta Delgada e Lajes.


Especialmente após o 11 SET 2001, violou-se os direitos humanos de cada cidadão levando a cabo uma perseguição étnica através da apreensão e transferência extrajudicial de cidadãos naturalizados americanos, para outro país onde é permitida a tortura ou métodos de inquérito desumanos, de forma a que esses individuos confessem o que fizeram e o que não fizeram, na esperança de se livrarem de tais atrocidades. O objectivo era encontrar culpados, fossem eles verdadeiramente inocentes, ou não.


Este filme é a história de Zaafir, um conferencista muçulmano raptado das ruas de Londres e transportado para um país desconhecido onde é interrogado e torturado antes de conseguir chegar a casa na América, sem qualquer explicação. Jim Threapleton afirma que esta é uma história ficcionada. Não foi baseada em nenhum caso veridico, porém existem vários casos veridicos que podem servir de base a este thriller politico.


Um pormenor interessante do argumento está no seu caracter de improvisação. Jim Threapleton deu liberdade aos actores para improvisarem texto e com isto criar um impacto mais realista. O drama e a tensão surgem naturalmente perante situações de extremo terror.


Conclusão final desta história é que Rendição Extraordinaria pode acontecer a qualquer um. Basta o nosso povo passar a ser descriminado para ser "um alvo" a perseguir.

P.V.C.-1 de Spiros Stathoulopoulos (2007)
Competição International Longas Metragens


Filmado num único take continuo, esta é a história duma mulher que foi transformada em bomba humana num acto de terrorismo bizarro. Baseado numa história verdadeira colombiana, Elvia e a sua familia, impossibilitados de pagar o resgate de 7.000 dolares, pedido pelos sequestradores, vêem a mãe ser transformada numa bomba humana.

Ao seu pescoço é colocada uma bomba improvisada num tubo de pvc1 e é-lhe dado um tempo limite de vida . Elvia mora no interior da Colômbia. É fazendeira e mãe de quatro filhos. Abandonada à própria sorte, foi forçada a encontrar sozinha uma forma de se livrar desta prisão física e mental antes que a bomba explodisse.

O simbolismo deste filme reside na noção que todos nós temos um tempo limite de vida, é o tempo que nos controla e governa e não podemos alterar a contagem decrescente. A carga emocional deste drama humano é brutal, em tempo real, 85 minutos com um fim possivelmente inalterável, a explosão da bomba de pvc1.

Spiros afirma: "Queria focar o tema do Terrorismo no mundo, mas sobretudo, denunciar a violência na América Latina". Dos actores, apenas 3 são profissionais, o que tornou a meta de filmar em maratona mais dificil, mas também mais real. Tudo foi pensado ao pormenor, incluindo a hora, as condições climatéricas, tudo perfeito para que não fosse necessário deitar trabalho ao lixo. Os ensaios decorreram durante 1 mês e o resultado final é este P.V.C. 1, um filme independente em formato digital.

O realizador treinou 3 meses para conseguir atingir o objectivo de filmar 85 minutos seguidos, sem paragens, sem montagens. Carregar o pêso duma câmara de 15 quilos durante 1 hora e 25 minutos não é brincadeira.


SEARCHERS 2.0 - Alex Cox (2007)

Competição International de Longas Metragens


Uma comédia de 95 minutos, uma sátira aos Westerns adaptada aos nossos dias. 2 actores idosos procuram vingarem-se de um legendario realizador quando sabem que este vai estar presente no Arizona (on Monument Valley). Conduzidos pela filha de Mel, estes dois actores são transportados sem saberem de facto para onde vão e o que realmente farão quando estiverem na presença desse realizador que tanto odeiam. Pelo caminho falam de filmes, especialmente de westerns enquanto vemos paisagens maravilhosas do deserto.
É um filme acerca da obcessão de Hollywood sobre a vingança, satirizando os filmes que nos levam a apoiar os bons contra os maus da fita. Não serão muitos filmes responsaveis pela violência instalada? Não podemos todos nós sermos potênciais justiceiros? Através da gargalhada pensa-se em assuntos sérios.

21 setembro 2008

FIESA 2008 - 6º Festival Intern. de Esculturas em Areia

Em Pêra no Algarve, decorre até dia 22 Outubro 2008, o VI Festival Internacional de Esculturas em Areia dedicado ao tema HOLLYWOOD. Aberto ao público desde 22 de Maio, são 35.000 toneladas de areia, esculpidas por 60 escultores mundialmente conhecidos, numa área de 15.000 m2. Custo de entrada - adultos 7 euros, crianças (dos 6 aos 12) 4 euros, até aos 5 anos a entrada é gratuita. Vale mesmo a pena ir! Esta é uma pequena amostra das fantásticas esculturas que encontrará por lá. Das 10 h da manhã até às 24 h, todos os dias à sua espera com projecções, música ao vivo e um bar com esplanada ao ar livre.

14 setembro 2008

IDEIAS com chocolate derretido


É-me muito dificil não responder a um estímulo! A Ritinha colocou a semente de chocolate na minha cabeça e as ideias começaram a nascer.

Hoje tenho um almoço de amigos e lembrei-me da ginginha que adquiri em Óbidos junto com 12 copinhos de chocolate, para servir como digestivo a seguir à refeição. O problema é que os copinhos de Óbidos já acabaram há muito tempo, aliás, acabaram no dia em que se abriu a garrafa.

Mas graças aos meus neurónios, lembrei-me de experimentar fazer copinhos em casa. Comprei umas forminhas de papel no Continente, derreti chocolate na bimby e obtive este excelente resultado.

Os adultos vão comer o chocolate com o licor, os miudos vão comer o chocolate com gomas lá dentro, ou então com sumo LOLOLOL.

Afinal para que serve a cabeça?? Só para usar chapeu??

13 setembro 2008

Foto Reportagem Achocolatada


Com água na boca não é? A culpa é da Ritinha. Foi fazer um workshop de chocolate e ganhou o vício de fazer bombons artesanais. Tanto apreguou a sua habilidade que eu tive de ir lá ver como é! Trouxe-vos esta foto-reportagem do dia em que a Ritinha esteve a fazer bombons recheados para o casamento duma amiga. Já viram que ideia genial? Como prenda dos noivos para os convidados, uma caixa de 2 bombons. Visitem o blog: http://quetzalchocolataria.blogspot.com/.

11 setembro 2008

(parte 3)Papelão,Embalão,Vidrão, Pilhão,Oleão,Rolhão,Livrão,Electrão

Ui !! E não é que em Francês, em vez de 3 R´s temos 4 R´s mais 1 V????? Estes Franceses estão muito à frente!!

Deste modo, a 3ªparte do artigo tem forçosamente que passar pelo R da RECUPERAÇÃO:


Caiu um pouco em desuso o hábito de mandar arranjar os nossos pertences. Regra geral, avariou, vai fora. Outras vezes vai fora porque existem modelos mais modernos. Não critico que as pessoas queiram melhor já que podem comprar melhor, mas critico o facto de deitarem ao lixo bens que ainda estão em bom estado de uso.


Tem que existir uma preocupação em reencaminhar esses bens para pessoas que deles necessitem ou para empresas que possam vir a usufruir de peças para novos bens.


Fico furiosa quando oiço expressões deste gênero: Ahhh isso não compensa arranjar. Fica mais cáro arranjar do que comprar um novo!! - Tudo se resume a dinheiro. E de quem é a culpa? da globalização? que permite que certos itens fiquem por um preço irrisório baseados numa mão-de-obra mal remunerada e explorada em países como a China e a India??? - Não! A culpa é toda nossa, nossa, simplesmente nossa! Somos um bando de inconscientes que consumimos sem ética, nem respeito pela humanidade, nem pelo planeta. Apesar de vivermos sem dificuldades continuamos com um espirito ridiculo de sobrevivência como se nada importasse para além de nós mesmos e do nosso umbigo!


Vamos aos exemplos de RECUPERAÇÃO:


Impressoras, Monitores e Computadores - Sim, é possivel arranjar! Há uns tempos atrás, numa empresa onde presto serviço de contabilidade deitaram fora uma impressora multifunções quase nova. Dáva muito trabalho mandar arranjar e provavelmente não compensava, mais valia comprar uma nova ("elas" estão tão baratas já com tinteiros incluidos e tudo!). A boa da Rute, ficou com a impressora, contactou a FABIGTRÓNICA em Queijas (telf. 967064389), foi lá levar e pagou a reparação (23 €). De seguida ofereceu-a à sala de ensino especial da Escola Primária de Tires. Custa muito? Não custa pois não?


Outra impressora que foi parar à mesma sala de ensino especial foi a situação de na empresa dum amigo meu, preferirem comprar impressoras com tinteiros incluidos, por apenas 25 €, durante uma promoção do Carrefour, em vez de simplesmente substituirem a tinta quando esta acabava. Resultado, termina o tinta, termina o tinteiro, termina a impressora. Acham isto normal??? Tive de interferir: fui buscar a impressora, levei os tinteiros à empresa de reciclagem de tinteiros, e por fim ofereci mais uma impressora.


A Fabigtrónica na Rua Roberto Ivens, nº9 A, em Queijas, não só arranja impressoras, fotocopiadoras, computadores e monitores como também vende todos estes equipamentos em 2ªmão. Pense em comprar usado, acredite que fica bem servido.


Electrodomésticos - Estão cada vez mais baratos, é uma verdade incontestável. E até podemos agarrar-nos ao objectivo de poupar energia se os novos electrodomésticos são classe A ou A++, se a centrifugação tem mais rpm´s, etc etc... Mas porque não dar o seu velho electrodoméstico a alguém que precise mesmo dum e que não tem nenhum? Resposta da maioria das pessoas: - Meu anjo, já ninguém quer coisas velhas!!


Eu vou provar que querem!! Quando troquei de frigorifico, coloquei um papel na porta de entrada do meu prédio que dizia assim: DOU FRIGORIFICO EM BOM ESTADO APESAR DE NÃO SER MODELO RECENTE. Ao fim de 1 semana, apareceu um rapaz que levou o frigorifico com ele. Feliz da vida porque tinha a casa vazia! Fiz o mesmo com uma cama de casal e um sofá de 3 lugares. Apareceu sempre gente interessada. E esta hein??


Roupa - Principalmente a roupa de criança deixa rapidamente de servir. Ou até mesmo a roupa de adulto assim que a idade avança e se tem filhos, o corpo muda e deixa de servir. Mas antes de dar essa roupa a alguém é possivel inventar alterações que possibilitem utilizar a mesma roupa. No caso da roupa infantil, dirija-se a uma loja de arranjos de costura e de calças faça calções, de vestidos faça saias, de manga comprida faça manga curta, de lençois faça panos de cozinha, de toalhas faça turcos de cozinha, etc etc...


Mobiliário - Não é a 1ª nem a 2ª vez que encontro peças interessantes encostadas aos caixotes de lixo. Certa vez encontrei umas cadeiras em ferro, brancas, em mau estado de pintura com alguns pontos de ferrugem mas sem estarem verdadeiramente estragadas. Peguei nas cadeiras, trouxe-as para casa, lixei-as todas, dei-lhes um preparo anti-ferrugem e pintei-as de verde garrafa. Outra vez, encontrei um baú antigo, tipo baú de piratas, em madeira e ferro, com o forro interior todo esfarelado. Limpei-o todo, dei-lhe tratamento contra bicho da madeira, forrei-o por dentro com papel autocolante a imitar madeira e ali o tenho, dá um jeito enorme para arrumações.


Viaturas - O meu primeiro carro foi um citröen com 14 anos. Comprei-o na altura por 100 contos e logo de seguida gastei 150 contos numa revisão electrica :-) para descansar a minha mãe. No entanto foi a melhor coisa que fiz, pois eu não tinha qualquer experiência de condução, tinha acabado de tirar a carta de condução e aquele carro deu-me à vontade para não temer "estragá-lo". Ainda me serviu uns quantos anos, e muitos tratamentos levou, mas nunca amei tanto um carro como aquele. Quando comprei o meu 2ºcarro, dei o latinhas a uma amiga minha que ainda o usou durante uns tempos.


Mas há de facto situações em que é impossivel recuperar. E em vez de deitar no lixo normal, opte pelo Ponto Electrão, ou na compra de um novo produto entregue o artigo velho na loja onde comprou o novo. O lixo electrónico é um sério problema para o ambiente. Conforme toda a gente sabe não é biodegradável. E pode contaminar terrenos e águas subterraneas.

O Ponto Electrão, numa primeira fase, está disponivel em 5 centros comerciais do grupo SONAE: CascaiShopping, Colombo, Vasco da Gama, Gaia Shopping, NorteShopping. Descriminatoriamente, não existe nenhum Ponto Electrão no sul de Portugal. Acho mal que nesta primeira fase não tenham pelo menos assegurado 3 pontos principais: Norte, Centro e Sul. Mas se quiserem reclamar liguem para o número verde 800 262 333 da Amb3E ou escrevam uma carta à SONAE :-)

09 setembro 2008

(parte 2)Papelão,Embalão,Vidrão, Pilhão,Oleão,Rolhão,Livrão,Electrão


Vamos lá ao 2ºR...


REDUZIR o lixo que fazemos é em parte reutilizá-lo, mas antes mesmo de usar ou reusar devemos pensar em sermos mais eficientes e reduzir ao minimo o consumo.

Exemplos:


Imprimir folhas na frente e verso não é missão impossivel, nem se perde assim tanto tempo quanto isso. Há impressoras que já têm essa opção automática de imprimirem os 2 lados da folha. No caso de não ter uma dessas impressoras, as normais permitem seleccionar a impressão para obter o mesmo objectivo mas de maneira um pouco diferente: No menu imprimir existe um campo com 3 opções: "Todas as páginas no intervalo"; "páginas ímpares"; "páginas pares". Seleccione primeiro as páginas ímpares pois vai começar no 1. Vire ao contrário e imprima as páginas pares.

Se gosta de jornais diários gratuitos para ler enquanto viaja nos transportes públicos, obrigue-se a optar por apanhar aqueles jornais que as pessoas deixam nos bancos das estações, dentro dos comboios, ou até mesmo no contentores de lixo. Claro que se estiver sujo, não mexa. Mas já reparou que de manhã esses depositos de lixo estão cheios de jornais e não de lixo?? E como os jornais se lêem em poucos minutos, para além da maioria dizerem todos a mesma coisa, ao terminar a sua leitura coloque-os nos depositos de jornais ou entregue a quem os distribui para serem redistribuidos novamente.

Sacos de papel, prefira estes aos de plástico. Mas se quer ser mesmo ecologista, opte por sacos que ocupem pouco espaço e que possa trazer sempre consigo. A ecoprodutos tem uns sacos feitos de material de pára-quedas, que se dobram e guardam numa bolsinha porta-chaves. Esta solução é prática e eficaz pois se o saco está sempre agregado às suas chaves de casa ou do carro, jamais irá esquecer-se de levar um saco para as compras. Bom, mas também não se esqueça de utilizar o saco e recusar os que as lojas lhe dão. Vai ver como começa a ter muito mais espaço em casa, livrando-se de todos os sacos plásticos e de papel.

Embalagens e mais embalagens o que fazer??? Tente comprar a granel. A biocoop é o sitio ideial para comprar vários produtos a peso: bolachas, arroz, frutos secos, farinhas, cereais de peq almoço, leguminosas secas, frutas e vegetais. Mas se mora longe do centro de Lisboa, opte pelas cestas ao domicilio que lhe trazem as frutas e vegetais num cesto reutilizável e que diminuem ao máximo as embalagens individuais. Diga não às duplas embalagens, diga não ao isopor. Afinal de contas, as frutas e vegetais já têm uma embalagem própria que é a casca.


Revistas e Livros, pode sempre comprá-los em segunda mão nos leilões do miau, ou participar num bookcrossing. No Mesinha de Cabeceira, um blog onde participo, está a decorrer uma iniciativa de empréstimo de livros. O único custo é o envio pelo correio. Veja as condições. E não esqueça do Livrão para livros escolares e das bibliotecas municipais que emprestam livros que podemos trazer para o nosso domicilio a custo zero.

Guardanapos e toalha de cozinha em papel,ainda usa disso? Não há nada como guardanapos de pano e panos de cozinha coloridos. A Area, a Casa e o Gato Preto têm padrões super modernos. A cozinha ganha outra vida com estes itens. E não dá trabalho nenhum lavá-los e engomá-los. São peças pequenas que até já depois do ferro de engomar estar desligado, consegue-se passar em poucos minutos. Claro que os guardanapos de pano só fazem sentido para as pessoas do agregado familiar. Pelo que o guardanapo deve ser personalizado e manter-se durante uns dias a uso da mesma pessoa.

Facturas electrónicas são uma grande invenção para reduzir o papel gasto. Actualmente já não recebo facturas envelopadas. Esta solução começa por poupar no envelope e termina na diminuição de espaço que as papeladas ocupam na nossa casa. É tão simples receber a factura por correio electrónico, guardá-la num ficheiro no computador e se for necessário imprimir, posso reutilizar folhas já impressas dum lado só. Claro que não vale a pena imprimir o detalhe da factura, limite-se a imprimir o rosto para efeitos contabilisticos.


Pilhas recarregáveis é o que você SÓ deve usar!! O quê? Não me diga que ainda usa pilhas descartáveis!! Shame on you!! Pois fique sabendo que até já é possivel comprar carregadores solares para pilhas recarregáveis, pelo que está a gastar dinheiro estupidamente e ainda por cima está a poluir o ambiente. Sim, eu sei que você deita as pilhas descartáveis no Pilhão...e??? Se é possivel fazer melhor porque não faz? Saiba ainda que as pequenas máquinas de calcular com fita, trabalham melhor com o transformador de corrente do que com baterias. Deixo aqui uma dica preciosa: Se tem carregadores de telemovel a mais, compre um adaptador e utilize o carregador na máquina de calcular (foi o que eu fiz). Livre-se da dependência das pilhas. Seja inteligente.

Máquinas digitais ou fotografias em formato digital permitem reduzir muito lixo. Se tem uma máquina de rolo e dificilmente cede a trocá-la por uma digital que resultaria na diminuição de vários rolos e metros de filme fotográfico, pelo menos ceda à tentação de revelar as suas fotos em formato digital. E ficariamos apenas pela poupança de papel de fotografia. As fotos em formato digital podem ser publicadas em blogs, partilhadas com amigos via e-mail ou via msn, podem ser exibidas em molduras digitais, exibidas no televisor, no ecran do computador, etc etc. Lembre-se que 1 cd ocupa pouquissimo espaço em casa, enquanto que albuns de fotos são pesados e requerem espaço.

Não perca a parte 3 deste artigo. Até breve.

06 setembro 2008

(parte 1)Papelão,Embalão,Vidrão, Pilhão,Oleão,Rolhão,Livrão,Electrão

Setembro para mim tornou-se no mês pró árvore. E vocês vão ter de levar comigo! Aguentem-se!! Aqui está mais uma postagem em torno do mesmo assunto:

Nos posts anteriores falei-vos da importância/necessidade de plantar árvores. Hoje vou falar sobre a importância de salvar/preservar árvores e das múltiplas maneiras de atingir este objectivo.

Reutilizar, Reduzir e Reciclar é a essência do procedimento. Uma árvore além de ser uma máquina potente de produzir oxigénio, dá-nos ainda 2 coisas preciosas: o papel e a cortiça.

Vamos ao 1ºR...

REUTILIZAR o papel antes de o deitar fora é muito importante. Vamos a exemplos:
  • Folhas impressas num só lado é um desperdicio terrivel. Se tem imensas folhas impressas numa só página, vire ao contrário e utilize-as para bloco de notas, ou para os seus filhos fazerem desenhos, pinturas ou dobragens, ou para imprimir documentos sem importância contabilistica.

  • Jornais velhos servem para imensas coisas. Se precisa de lavar vidros em vez de panos, utilize jornais e liquido para vidros. Não se preocupe que as letras do jornal não pegam ao vidro.

  • Sacos de papel que as lojas insistem em dar e que por vezes não temos mesmo outra solução, devem de ser reutilizados umas quantas vezes. Podem ser dobrados e acompanhar-nos às compras para evitar que novos sacos se acumulem em casa. Podem ser alterados e transformarem-se em bonitos embrulhos para prendas (por vezes basta apenas fechar e colocar um lacinho). Podem servir de depositário para o papel com destino à reciclagem (desta forma, o lixo já vai separado e depois é só colocar o saco cheio directamente no contentor azul).

  • Embalagens de cartão dos alimentos dão ordem numa despensa. Recorte, cole, forre e obtenha uma caixa para fazer divisões na sua despesa. Os pacotinhos ou frasquinhos de especiarias arrumados numa caixa, os vários pacotes de farinhas, as leguminosas, etc etc... Ou ainda, pode organizar as suas gavetas com estas divisorias. As caixas forradas com um papel bonito, permitem uma melhor arrumação de cuecas, meias, cintos e lenços.

  • Revistas que você já leu, mas que muita gente pode ainda não ter lido. Pergunte se querem as suas revistas no café perto de si, no cabeleireiro, no ginásio, no consultório médico, nos sitios onde por hábito as pessoas lêem qualquer coisa para se distrairem. Eu faço isso com frequência.

  • Livros escolares só no Livrão! Esta iniciativa nacional de reutilização de livros escolares conta com vários parceiros tais como a CGD, o Pingo Doce e algumas escolas. Descubra como pode ganhar dinheiro com os seus livros escolares ou como pode adquirir livros mais baratos, no site clube dos livros.

  • Outros Livros, deitá-los fora é que não. Dirija-se a uma biblioteca municipal perto de si e ofereça os livros. Ou venda-os numa feira local.
Continua amanhã... (por motivos alheios à minha vontade tenho de terminar aqui)

05 setembro 2008

IDEIAS com iogurte caseiro

Este tem sido o meu pequeno almoço durante a semana. Uns morangos biológicos docinhos, saborosos, iogurte caseiro cremoso que misturado com os morangos parece chantily e flores de abóbora ao natural (bem lavadinhas, caule e estames retirados).

Desta forma consegui reduzir o pão de manhã. Pois, primeiro como esta iguaria e só depois é que bebo uma chávena de café biológico com meia torrada de pão caseiro.

O café é uma mistura de café com outros cereais torrados (cevada, soja, grão de bico, arroz, etc...). Existem uns pacotinhos nas lojas Celeiro de "cafés" alternativos. Depois em casa pode misturar 50% de café biologico com estes cafés fingidos, ou usar apenas os substitutos de café.

Para adoçar o café utilizo mel: de laranjeira, de alfarroba, de tomilho, de eucalipto, e não lembro de mais. De acordo com a floração assim se obtêm as variedades de mel. Eu tenho um fornecedor de mel ao qual encomendo mel anualmente, posso fornecer o contacto a quem precisar.

04 setembro 2008

ABRAÇAR uma causa verde por 1 €

Não há uma sem duas, não há duas sem três :-). E 3 é a conta que Deus fez...

Primeiro, apresentei-vos "a promessa" da Pure Portugal Ltd. Em segundo artigo, dei a conhecer a parceria BP-ANEFA. Terceiro, divulgo a forma como a Timberland está a "abraçar" esta causa ecológica da necessidade de reflorestação:

No ano de 2007 a Timberland lançou um desafio aos portugueses de plantar 10.000 árvores na região de Mirandela. Esse objectivo foi alcançado.

Para o ano de 2008, o objectivo é plantar 15.000 árvores, na região do Gavião-Portalegre!!!


O custo de plantar 1 árvore é de 2 euros, sendo 1 euro suportado por si e 1 euro suportado pela Timberland. Esta acção não implica a compra de qualquer produto da marca Timberland.

Associar-se a esta acção é muito simples, basta dirigir-se a uma loja Timberland, e solicitar a compra do número de árvores que entender.

Meus amigos, neste momento estou a "puxar a brasa à minha sardinha". Conforme alguns sabem, em Fevereiro deste ano, comprei um terreno amoroso numa pequena aldeia da freguesia de Belver, concelho do Gavião, distrito de Portalegre. E apesar da "minha aldeira" ser muito verde e bonita, no caminho para lá, há realmente zonas negras, cemitérios de árvores queimadas que dá dó.


Claro que no meu terreno já plantei 2 árvores, uma laranjeira e um limoeiro. Tenho ainda cá, em Cascais, uma figueira e um maracujazeiro em vaso para transplantar para lá, quando oportuno. Quando comprei o terreno este tinha 7 oliveiras enormes que se mantêm e que dão um azeite delicioso.

Mas há muita mata ardida por essas bandas e só tenho de agradecer à Timberland a campanha "1 euro = 1 árvore". Confesso que ainda não participei na campanha, pois só ontem descobri a iniciativa da Timberland em parceria com a ANEFA.

Após comprarem a vossa árvore aos balcões das lojas Timberland é-vos dado um talão de compra. No site http://www.15000-arvores-timberland.com/ através do número do talão de compra podem ver onde será plantada a vossa árvore. A campanha apoia-se noutro slogan: "um nome, uma árvore".

Eu quero ver se mudo o slogan para "um nome, 10 árvores".




Aproveito o artigo para vos contar um retalho da minha vida:

Na altura em que andáva no Ciclo Preparatório, 5ºano, fui estrear uma escola "novinha em folha" - A escola preparatória Delfim Santos em Benfica :-))

Como tinha acabado de ser construída, não tinha espaços verdes, apesar de ter muito espaço de terra batida. Dai que os professores da escola decidiram no dia da árvore (21 Março) criar uma actividade de plantação de árvores por turma. Ou seja, cada turma deveria plantar uma árvore e nos meses seguintes do ano, cuidaria dessa árvore.

De inicio todas as turmas estavam muito entusiasmadas com a adopção da árvore mas em pouco tempo, muitas árvores foram abandonadas. Não havendo manutenção de jardins na nossa escola, era certo e sabido que aquelas árvores morreriam à sede se ninguém lhe desse água, pois eram frágeis e pequeninas.

Felizmente, existiam 2 turmas conscientes no meio das outras todas. E assim, a minha turma e outra, adoptámos as árvores todas da escola e cuidámos delas até sairmos para o Liceu.

Junto à nossa árvore que foi crescendo devagarinho, costumavamos reunirnos a conversar, a estudar, a descansar, a brincar...

As nossas árvores ainda lá estão, passei na estrada noutro dia, e foi com alegria que avistei as árvores que tanto amámos. Há momentos inesquecíveis na nossa vida. Este é um deles.


Julgo que foi num livro de Lobo Antunes que li estas frases que se aplicam perfeitamente a mim:

"Gosto de continuar criança e encontrar humanidade em pedras, árvores e núvens. Manter a sensação que as coisas inanimadas estão repletas de vida e emoção".

Esta forma de estar faz-me ser muito feliz :-))

03 setembro 2008

REFLORESTAR é preciso!!!


A falta de consciência das pessoas continua a reinar neste nosso Portugal. A população não está consciente dos problemas, nem consegue estabelecer raciocínios para além da estética e do material.

Alguém sabe para que serve uma árvore????? Para dar frutos, será? Para dar lenha, será? Para embelezar uma paisagem, será?

É para tudo isso e muito mais. Acima de tudo uma árvore é uma máquina potente de produção de oxigénio(O2), utilizando para esse efeito uma matéria prima que existe em quantidades exageradas e prejudiciais no planeta que é o dioxido de carbono (CO2).

O carbono entra constantemente na atmosfera na forma de dióxido de carbono, metano e outros gases: quer pela respiração dos animais, quer pela decomposição de plantas e animais no solo, pela actividade dos vulcões, pela intervenção humana na queima de combustiveis fosseis, produção de cimento ou desflorestamento, quer até pela flatulência libertada pelos animais!!

Ao mesmo tempo, o carbono é removido da atmosfera por plantas verdes, pelos oceanos e de outras maneiras. Esse é o ciclo do carbono. O equilíbrio no ciclo é vital para determinar o clima da Terra.

Dai que ficar triste quando se ouve uma notícia de fogos que assolaram um País, não chega para manter o tal equilibrio tão necessário no ciclo. Ou até mesmo praguejar quando no meio do Verão, uns dias de chuva e vento estragam as suas tão merecidas férias, também não é solução!!

Como deve de imaginar é necessário fazer mais do que só falar falar falar. Claro que é muito bonito numa conversa de café dizer: Ahhh realmente as mudanças climáticas são notórias!! A poluição está incontrolável !! Os governos deviam tomar medidas!!

Então e você??? Sim, eu pergunto? Então e você o que faz para melhorar a poluição, inverter as alterações climáticas e preservar este nosso lindo Portugal??? ...

Eu poderia aqui continuar a apontar o dedo, mas não é este o propósito deste artigo. Eu prefiro mostrar soluções, apresentar alternativas em vez de gastar as minhas energias a repreender alguém.




No seguimento do artigo anterior sobre a iniciativa verde da Pure Portugal Ltd, venho hoje, apresentar mais uma oportunidade de fazer mais pelo ambiente:

Todos nós conhecemos a BP e o seu catálogo de produtos que podemos adquirir com pontos, não é verdade?

Há uns anos atrás isso foi uma febre. As pessoas juntavam pontos na ânsia de adquirir pequenos electrodomésticos, bilhetes grátis para o cinema, hamburgueres no MC Donalds, sei lá mais o quê!

Um consumismo irracional e exarcebado porque às tantas não interessa se precisamos daquele item ou não, simplesmente temos de gastar os pontos.

Como eu sou anti-consumismo e detesto sentir-me presa pelas imposições de marketing de qualquer tipo, descobri uma maneira ecologica de gastar os meus pontos BP.

E aqui fica a ideia para todos aqueles que defendem os mesmo ideais que eu:

A BP em parceria com a ANEFA - Associação Nac. Empresas Florestais sugerem que "Utilize o seu cartão nosPostos BP e plante uma árvore" ou seja, o projecto Pronatura Anefa assegura que por cada 100 pontos, a BP compromete-se a pagar uma árvore que no final de 2008 será plantada pela Anefa, com o objectivo de reflorestar áreas consumidas pelos fogos, em Portugal.


Só para terem uma ideia da quantidade de pessoas que troca pontos por árvores, vou relatar um episódio que se passou comigo:

Há 2 meses atrás, quando troquei pontos por árvores, na BP de Carcavelos, foi algo dificil para o funcionário do posto de abastecimento concretizar a operação. Isto porque até Julho de 2008, nunca ninguém tinha solicitado aquela referência!!


No entanto foi engraçado: Demorou um pouco, começaram a juntarem-se pessoas para pagar mas no fim surpreenderam-me pela positiva. O funcionário, a gerente do posto, e os restantes clientes deram-me os parabéns pela minha iniciativa. Saí com esperança que algum dia alguém fizesse o mesmo que eu fiz.


A esperança é sempre a última a morrer e há quem diga que a esperança é verde (como uma árvore).
Este protocolo assinado entre a BP e a ANEFA data já de 2002. Existem outros parceiros incluidos neste projecto. Desde 2003 que a ANEFA planta árvores e o número tem vindo a crescer, tendo atingido no ano 2007, 55.000 árvores segundo os dados apresentados no site da Associação.

02 setembro 2008

Eu já prometi(e vou cumprir).

Prometa você também!

Pela mão da Rita do blog polegarverde tomei conhecimento duma iniciativa que não pude deixar de apoiar:

A empresa Pure Portugal ligada ao ramo imobiliário (intermediação na compra e aluguer de propriedade em Portugal) promete doar 500 euros à organização Ecoliving Portugal para a plantação de árvores no centro do nosso país.

No entanto esta promessa está dependente do seguinte:

A Pure Portugal Ltd só doará este valor, se 50 pessoas também doarem 10 euros cada uma à Eco Living-Portugal.

Para tal é necessário as pessoas comprometerem-se a doar os referidos 10 euros através de uma inscrição no site http://www.pledgebank.com/ecoliving onde com um "EU PROMETO pagar 10 euros se conseguirmos chegar a 50 pessoas", estaremos a transformar sentimentos em acções concretas.

Na página ecolivingportugal encontrarão mais a baixo um post intitulado Pledge to Help Fund Tree Planting: onde se clickarem no número de pessoas que já aderiram, encontraram lá o meu EU PROMETO.

Prometa você também. Apoie esta bonita iniciativa. Afinal de contas o que é que são 10 euros? Juntos podemos fazer a diferença que queremos ver no mundo.
E não se esqueça de divulgar a iniciativa. Quantos mais melhor!!!